Chacina em Monsenhor Tabosa: quatro pessoas são mortas a tiros nesta terça, 24 - Cariri Ativo - A Notícia Com Credibilidade e Imparcialidade
Chacina em Monsenhor Tabosa: quatro pessoas são mortas a tiros nesta terça, 24

Chacina em Monsenhor Tabosa: quatro pessoas são mortas a tiros nesta terça, 24

Compartilhar isso

 

Foto de apoio ilustrativo. Três pessoas foram detidas pela Polícia Militar do Ceará (PMCE) suspeitas de envolvimento no crime (foto: Divulgação/SSPDS)
Polícia Militar informou que três pessoas foram detidas suspeitas de envolvimento no crime

Autor Mirla Nobre

Quatro pessoas foram mortas a tiros no município de Monsenhor Tabosa, a 311 quilômetros de Fortaleza, nesta terça-feira, 24. O caso aconteceu no bairro Alto da Boa Vista, onde três pessoas morreram no local e uma foi encaminhada a uma unidade de saúde, mas não resistiu. Três pessoas foram detidas pela Polícia Militar do Ceará (PMCE) suspeitas de envolvimento no crime.

Equipes da Perícia Forense do Ceará (Pefoce) foram acionadas logo após o crime e realizaram os levantamentos no local. Os indícios colhidos durante a ocorrência auxiliarão os trabalhos policiais. Segundo as primeiras informações da PMCE, as vítimas ainda não foram identificadas formalmente.

Investigação

As três pessoas detidas durante buscas nesta terça, 24,  carregavam grande quantidade de munições, armas de fogo, carregadores, balaclavas e dois artefatos explosivos. A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), por meio da PMCE, informou que a ocorrência está em andamento e mais informações serão repassadas posteriormente.

As apurações do crime estão a cargo da Delegacia Municipal de Monsenhor Tabosa. Ainda segundo a SSPDS, equipes de reforço policial foram enviadas ao município para auxiliar nas investigações.

A pasta foi questionada pelo O POVO sobre a idade das vítimas e se há demais feridos no crime, no entanto, não passou mais informações sobre o caso. 

Em nota, o Ministério Público do Ceará (MPCE) informou que está acompanhando os acontecimentos ocorridos no município e que, juntamente com a SSPDS e com o Tribunal de Justiça do Estado, "tem envidado esforços para garantir a segurança da população da cidade". O órgão ressalta que irá se manifestar nos autos do processo após a conclusão de inquérito policial acerca do fato.

Denúncias

A SSPDS reforça que a população pode contribuir com as investigações repassando informações, com sigilo e anonimato garantidos.
Disque-Denúncia: 181
WhatsApp da SSPDS: (85) 3101 0181
19º Distrito Policial (DP): (85) 3101 4910 ou 3101 4911

opovo.com.br

25.05.2022