“É besteira”, diz Bolsonaro sobre semipresidencialismo defendido por Lira - Cariri Ativo - A Notícia Com Credibilidade e Imparcialidade
“É besteira”, diz Bolsonaro sobre semipresidencialismo defendido por Lira

“É besteira”, diz Bolsonaro sobre semipresidencialismo defendido por Lira

Compartilhar isso

 

Foto: Reprodução/Foco do Brasil
Presidente conversou com apoiadores durante cerca de uma hora nesta 5ª feira
Presidente criticou possível mudança no sistema de governo; proposta é defendida por autoridades

29.jul.2021 (quinta-feira) - 15h51

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta 5ª feira (29.jul.2021) que uma mudança no sistema de governo para o semipresidencialismo é “besteira“. O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), é uma das autoridades que é favorável a debater sobre o tema na Casa. A proposta cria o cargo de primeiro-ministro, mas só valeria para as eleições de 2026, segundo Lira.

Alguns falam em sempresidencialismo para 2027. É besteira“, declarou Bolsonaro em conversa com apoiadores na saída do Palácio da Alvorada nesta manhã. “Você pode ver, pega o Estado de Roraima tem mais ou menos 500 mil eleitores. Então, tem gente que está com mil votos aqui dentro. Meu filho está com 2 milhões. O peso é o mesmo. Não vai mudar o caráter da pessoa ter mil votos ou 2 milhões de votos“, disse.

Alvo de críticas de Bolsonaro, o ministro Roberto Barroso, que preside o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), também defende a mudança no sistema.

O ministro é crítico do modelo atual do sistema político brasileiro, que já chamou de “hiper presidencialismo“. Para Barroso, há um problema em concentrar no presidente os papeis de chefe de Estado e o do chefe do Executivo.

Na Câmara, há uma PEC (Proposta de Emenda à Constituição), do deputado federal Samuel Moreira (PSDB-SP), sobre o assunto. O texto ainda precisa do mínimo de assinaturas para ser analisado.

COTAS

Para os apoiadores, Bolsonaro também falou sobre o sistema de cotas. O chefe do Executivo disse que a política “não vale” porque todos são “iguais”. Em outras ocasiões, o presidente já criticou a existência de cotas raciais.

Estamos com a faca e o queijo na mão para consolidarmos a nossa democracia, garantir a nossa liberdade, dar direito a progredir quem se empenha via meritocracia”, disse.

Essa historinha de cotas, que já apanhei muito no passado, não vale, não há diferença entre todos nós aqui, somos iguais Ou alguém acha que não tenho pobre na família, tenho só rico porque tenho olho azul?”, afirmou.

poder360.com.br

30.07.2021