Secult abre inscrições para Prêmios de Culturas Indígenas e Expressões Culturais Afro-Brasileiras do Ceará - Cariri Ativo - A Notícia Com Credibilidade e Imparcialidade
Secult abre inscrições para Prêmios de Culturas Indígenas e Expressões Culturais Afro-Brasileiras do Ceará

Secult abre inscrições para Prêmios de Culturas Indígenas e Expressões Culturais Afro-Brasileiras do Ceará

Compartilhar isso

 

A Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult Ceará) está com inscrições abertas para o II Prêmio Culturas Indígenas do Ceará e o II Prêmio Expressões Culturais Afro-Brasileiras do Ceará. Com um total de investimento de R$1 milhão, os prêmios fazem parte do Plano Ceará das Artes e da Cidadania Cultura, anunciado em agosto de 2021. As inscrições são feitas online e gratuitamente pelo site Mapa Cultural do Ceará. Mais informações no site de editais da Secult Ceará.

Prêmio Culturas Indígenas do Ceará

O II Prêmio Culturas Indígenas é uma ação de reconhecimento e valorização das culturas dos povos indígenas em território estadual, com suas formas de expressão, de celebrações e saberes realizadas ou em andamento, contribuindo para a garantia dos direitos de acesso e promoção às políticas da cultura, de forma a cumprir as diretrizes formuladas pelo Plano Estadual de Cultura do Ceará.

Serão concedidos 25 prêmios destinados aos povos indígenas, representados por organizações indígenas dotadas de personalidade jurídica (CNPJ) ou pessoa física (CPF) representante autorizada expressamente pelo Povo Indígena no Ceará. Serão premiadas iniciativas culturais indígenas com suas condições de existência e livre manifestação como forma de reconhecimento e valorização do protagonismo dos diferentes Povos Indígenas no Estado do Ceará, em pelo menos uma das seguintes áreas:

a) Religiões, rituais e festas tradicionais;
b) Músicas, cantos e danças;
c) Línguas indígenas;
d) Narrativas simbólicas, histórias e outras narrativas orais;
e) Educação e processos próprios de transmissão de conhecimentos;
f) Meio ambiente, territorialidade e sustentabilidade das culturas indígenas;
g) Medicina indígena;
h) Alimentação indígena: manejo, plantio e coleta de recursos naturais; e culinária
indígena.
i) Jogos e brincadeiras;
j) Arte, produção material e artesanato;
k) Pinturas corporais, desenhos, grafismos e outras formas de expressão simbólica;
l) Arquitetura indígena;
m) Memória e patrimônio: documentação; museus; e pesquisas aplicadas.
n) Textos escritos;
o) Dramatização e histórias encenadas;
p) Produção audiovisual e fotografia;
q) Outras formas de expressão próprias das culturas indígenas.

Prêmio Expressões Culturais Afro-Brasileiras do Ceará

O II Prêmio Expressões Culturais Afro-Brasileiras do Ceará é uma ação de reconhecimento e valorização às formas de expressão, de celebrações e de saberes e fazeres realizadas ou em andamento dos coletivos negros, das comunidades quilombolas e das comunidades tradicionais de matriz africana e afro-brasileira sediadas no Estado do Ceará, contribuindo para a garantia dos direitos de acesso e promoção às políticas da cultura, de forma a cumprir as diretrizes formuladas pelo Plano Estadual de Cultura do Ceará.

Serão premiadas 32 iniciativas das expressões culturais afro-brasileiras que preveem o fortalecimento em território estadual como atividades, ações coletivas, formas e modos
próprios de existência. Para efeitos deste prêmio serão inscritos, segundo as seguintes categorias:

a) 15 prêmios para Coletivos Culturais Negros: são grupos/coletivos de manifestações culturais, artísticos e literárias originárias de matriz africana e/ou afro-brasileira, tais como: afoxé, capoeira, maracatu, samba, coco, tambor de crioula, afroempreendedorismo, além de iniciativas de coletivos de jovens e/ou mulheres negras.

b) 7 prêmios para Comunidades Quilombolas: são comunidades remanescentes de quilombos, com costumes e modos de vida em comunidade, tem pertencimento Afro-quilombola e identidade cultural própria como expressão fundamental para valorização e desenvolvimento local através de seus saberes ancestrais. Serão premiadas comunidades devidamente reconhecidas pelo Movimento Quilombola do Estado do Ceará através da Coordenação Estadual das Comunidades Quilombolas do Ceará – CEQUIRCE, da Coordenação Nacional de Articulação das Comunidades Negras Rurais Quilombolas – CONAQ e as certificadas pela Fundação Cultural Palmares.

c) 10 prêmios para Comunidades Tradicionais de Matriz Africana e Afro-brasileira: grupos culturalmente diferenciados que se reconheçam como candomblé, omolocô, umbanda, tambor de mina, jurema, benzedeiras e rezadeiras que possuem formas próprias de organização social que ocupam e usam territórios e recursos naturais como condição para sua reprodução cultural, social, religiosa, ancestral e econômica, utilizando conhecimentos, inovações e práticas geradas e transmitidas pela tradição.

Mais sobre o Plano Ceará das Artes e da Cidadania Cultural

O “Plano Ceará das Artes e da Cidadania Cultural” consiste em um investimento de R$ 30 milhões do Governo do Ceará, por meio da Secult Ceará, para o fomento às artes, cidadania e diversidade cultural. Entre os editais previstos para lançamento neste pacote de investimento, além dos prêmios de Culturas Indígenas e Expressões Culturais Afro-Brasileiras, estão o Edital Ceará de Incentivo às Artes, o Edital Ceará de Cinema e Vídeo, o Edital Cultura Infância, Edital de Bibliotecas e Museus Comunitários e Populares, Edital Cultura Viva, Edital Cultura LGBTQIA+ e Edital Territórios Artísticos e Criativos de Periferias do Ceará.

Ascom Secult
Felipe Abud - Secult - Fotos

26.10.2021