Sara Winter diz que Bolsonaro foi uma “grande ilusão” e “não tem nenhum poder” - Cariri Ativo - A Notícia Com Credibilidade e Imparcialidade
Sara Winter diz que Bolsonaro foi uma “grande ilusão” e “não tem nenhum poder”

Sara Winter diz que Bolsonaro foi uma “grande ilusão” e “não tem nenhum poder”

Compartilhar isso
 

 

Sara Winter antes de se arrepender do bolsonarismo. Foto: Reprodução
Por Caique Lima

 Bolsonarista arrependida, Sara Winter agora reclama de censura durante o atual governo. A ativista diz estar decepcionada com o “governo inteiro”. “Bolsonaro se elegeu com pautas conservadoras. Um ano depois da eleição, todos os conservadores que estavam trabalhando no governo foram mandados embora. Não sei o que a Damares é hoje, sinceramente”, critica.

Para ela, a atual gestão foi uma “grande ilusão” e não garante sequer a “liberdade” das pessoas:

“Com relação à liberdade, as coisas só pioraram. É uma ilusão muito grande achar que os conservadores estão no poder. Se estivessem não ia ter tanta gente presa. Está pior. Quando Lula e Dilma eram presidentes, eu podia ir para a rua gritar o que eu queria contra o governo. Agora não posso”.

Para a ex-líder do movimento “300 do Brasil”, Bolsonaro “não tem nenhum poder” e os bolsonaristas sentem “dó” e “pena” dele.

“Hoje, quando a gente tenta fazer uma crítica construtiva com intuito de ajudar o governo a melhorar, os bolsonaristas acham ele um coitado por estar sozinho. Bolsonaro conseguiu ser um líder de uma nação a qual seus liderados não têm admiração por ele, mas misericórdia, dó, pena. Para mim, isso é triste porque mostra que ele não tem força para se manter no poder. Não sei se ele vai conseguir se reeleger”, afirmou ao UOL.

Sara Winter vai sair do país

Sara Winter diz que vai deixar o país. Ela está de mudança para o México, onde conta ter sido contratada pelo Instituto de Investigación Social para o cargo de diretora de projetos. Ela é anunciada como instrutora do curso “Aborto: Implicações Bioéticas e seus Conflitos nas Relações Internacionais”.

Também é citada como mãe católica devota, forma em Relações Internacionais e pós-graduada em Ciência Política. Sua formação, porém, não está correta. Sara concluiu apenas o curso de assessoria em marketing pessoal e político para candidatos da Uninter (Centro Universitário Internacional), em 2017.

diariodocentrodomundo.com.br

30.11.2021