PM morto a pedradas em Mauriti ao ir à Caixa Econômica sacar dinheiro - Cariri Ativo - A Notícia Com Credibilidade e Imparcialidade
PM morto a pedradas em Mauriti ao ir à Caixa Econômica sacar dinheiro

PM morto a pedradas em Mauriti ao ir à Caixa Econômica sacar dinheiro

Compartilhar isso

 


Soldado S. Janoca foi assassinado esta manhã em Mauriti (Foto: Reprodução)
Um soldado da Polícia Militar foi morto a pedradas na madrugada desta quinta-feira na região do Cariri.

Demontier Tenório

Um policial militar foi morto nesta quinta-feira na região do Cariri. José Samuel Bezerra Janoca, o Soldado S. Janoca tinha 35 anos de idade e trabalhava no Destacamento de Barro já com 14 anos de atuação na PM. Ele estava de folga e o assassinato a pedradas ocorreu pela madrugada já que o corpo foi encontrado às 6 horas ao lado de pedras sujas de sangue numa rua por trás do Cemitério de Mauriti não tão distante da agência da Caixa Econômica Federal no centro da cidade.

A polícia ainda não tem informações sobre a autoria do homicídio. Soube apenas que o Soldado S. Janoca estivera num bar na noite desta quarta-feira jogando baralho. Por volta das 21h30min o mesmo deixou o estabelecimento acompanhado de uma pessoa dizendo que ia até a agência da Caixa Econômica sacar um dinheiro para pagar uma dívida de R$ 95,00 e não foi mais visto. Viaturas da PM de Mauriti e municípios vizinhos estão diligenciando à procura dos assassinos.

Este foi o primeiro homicídio do mês de maio em Mauriti e o segundo do ano no município ou a metade em relação aos quatro assassinatos registrados no decorrer do ano passado. O outro deste ano tinha acontecido na madrugada do dia 19 de fevereiro quando Samuel da Silva Morais, de 35 anos, foi executado a tiros no Sítio Extrema na zona rural de Mauriti, onde residia. A polícia não conseguiu informações sobre a autoria do crime e a vítima respondia procedimento por crime de trânsito.

miseria.com.br

13.05.2022